Notícias

Juíza do Trabalho da Comarca de Joaçaba participa de encontro com pais e responsáveis de alunos do Teatro Alfredo Sigwalt

05 de Junho de 2018

15:30 Horas

 



Reunidos no último dia 30 de maio, pais e responsáveis de alunos que frequentam as oficinas culturais e artísticas do Teatro Alfredo Sigwalt participaram de encontro com a Juíza do Trabalho da Comarca de Joaçaba, Dra. Lisiane Vieira, em que abordou o tema: “Trabalho Infantil e suas consequências”, foi uma proposta do Fundo da Infância e do Adolescente (FIA) em que também foi esclarecido o incentivo no investimento na Educação e na Cultura. O encontro também reuniu lideranças e autoridades. 



Em sua palestra, Dra. Lisiane Vieira apresentou o Programa do Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem, uma ação institucional do TST em parceria com o Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (Santa Catarina), ressaltando a importância do debate com a sociedade sobre os mitos e verdades em torno do trabalho infantil:



- Trabalhar é melhor que roubar: não, ambos são ruins para a formação da criança e do adolescente e ilegais;



- O trabalho dignifica: não, o trabalho infantil escraviza, afasta a criança e o adolescente da escola e da oportunidade de ter, no futuro, um trabalho digno;



- Criança pobre precisa trabalhar: não, o trabalho precoce perpetua a pobreza;



- Estudar não é garantia de emprego, tendo em vista que muitas pessoas graduadas estão em situação e desemprego: não, a única forma de conseguir uma boa colocação do mercado de trabalho é obtendo boa formação.



Ainda foi apresentada estatísticas recentes que demonstram como o ingresso precoce no mercado de trabalho afasta as crianças e jovens da escola - conforme aumenta o percentual de crianças/jovens no mercado de trabalho, aumentam os percentuais de evasão escolar, bem como que o trabalho infantil importa em sub ocupação (jornada média de 24,6 horas semanais), e em baixíssima remuneração (remuneração média em torno de R$ 515,00 mensais).





Foi apresentado também o problema dos acidentes de trabalho e doenças ocupacionais envolvendo crianças e adolescentes trabalhadores, e das razões pelas quais eles são mais vulneráveis a esses eventos e a falta de informação e de experiência, estruturas corporais em formação).   “Apresentei, em linhas gerais, a lista TIP - Piores Formas de Trabalho Infantil, ressaltando que o trabalho na agricultura e criação de animais, muito comum em nossa região, está enquadrado nessa lista”, disse.



“Ainda apresentadas as soluções que o Programa do Combate ao Trabalho Infantil preconiza: estímulo à aprendizagem, como forma de incluir e o jovem no mercado de  trabalho com adequada profissionalização - e não como mão de obra barata; estímulo a iniciativas culturais, esportivas e voltadas ao desenvolvimento científico, como forma de manter a criança e o jovem na escola em tempo integral e lhes mostrar as possibilidades que terão no futuro se permanecerem na escola”, pontuou Dra Lisiane.



Um vídeo em que traz o discurso de uma jovem brasileira que estuda hoje no Harvard College, fazendo bioengenharia, foi apresentado também e ressalta a importância do desenvolvimento científico para a cura de doenças e para a melhoria da qualidade de vida das pessoas. E ressalta também que ainda há muito para desenvolver nesse campo; basta estudar e querer.



As oficinas são oferecidas gratuitamente pela a Sociedade de Cultura Artística de Joaçaba e Herval d&39; Oeste (SCAJHO) - entidade mantenedora do Teatro Alfredo Sigwalt para centenas de alunos. São oferecidas diversas aulas que beneficiam cerca de 600 alunos em pelo menos 35 turmas de 18 oficinas.



De acordo com, Dr. Neiron de Carvalho membro da SCAJHO e que representou o presidente da entidade na oportunidade, um convênio firmado com os municípios de Joaçaba e Herval d&39; Oeste possibilita que essas atividades possam ser promovidas pela entidade de forma gratuita e ainda com o apoio de empresas parceiras. “Dessa forma o Teatro oportuniza o acesso à cultura e ajudando a aperfeiçoar talentos".



Atualmente 12 professores atuam nas atividades. As aulas acontecem diariamente no Teatro Alfredo Sigwalt, localizado na Rua Roberto Trompowsky.

Fotos

Voltar
Todos os direitos reservados - Teatro Alfredo Sigwalt | Acesso Restrito | Webmail Desenvolvido por Lovatel Agência Digital